Valores de Parentalidade em 54 países – um inquérito

Aqui há uns anos (entre 2010 e 2014) o World Values Survey fez um inquérito a 82 mil pessoas, em 54 países, sobre os valores considerados mais importantes na educação dos filhos. A PBS tem um artigo que resume as conclusões mais interessantes do estudo, e uma ferramenta que nos permite (de forma simplista) comparar as nossas escolhas com as dos diferentes países.

A ferramenta é interessante porque nos obriga a elencar os nossos valores, e a pensar sobre eles. Os meus resultados deram que o país mais “próximo” dos meus valores é a Austrália e o menos próximo o Yemen, o que me parece genericamente bem (Portugal não participou no estudo).

Inquerito dos valores
Os Yemenitas devem achar a minha falta de fé pertubadora. E a minha avó também.

Não é nada fácil decidir se Independência é mais importante que Imaginação. E, sobretudo, ver que Determinação acabou por ficar no topo das minhas escolhas.

Não quero que os meus filhos sejam este tipo de pessoas "determinadas".
Todos nós conhecemos pessoas “determinadas” que apetece esmurrar.

Mas determinação foi aquilo que me pareceu mais próximo de confiança. Claro que confiança não é um valor muito interessante, não ser que sejamos uma empresa de seguros, mas é uma característica importante. Crianças (e adultos) confiantes, que sejam tolerantes (e bondosas) com os outros, e que se sintam confortáveis a expressar ideias e sentimentos. Acho que foi isto que me levou a escolher o top três de determination, tolerance e self expression.

Sabendo que não existem receitas (e ainda bem), parece-me um bom caminho para ser feliz.

O inquérito aqui – http://www.pbs.org/newshour/updates/country-comes-parenting-values/

E agora? Podem ir à página dos melhores posts (escolhidos por mim), subscrever o blogue por e-mail (se forem esse tipo de pessoa), ou fazer 'gosto' na página do Facebook e ter acesso a mais paisanices:

2 Comments

    • É engraçado que sei que há cinco anos não teria tido o menos resultado (embora acho que não me calhasse Yemen). Acho que é uma boa ideia, se ainda aqui (nos blogs) andarmos daqui a uns anos, voltamos aos valores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*