Os 8 tipos de miúdos que há nas creches

Dão cabeçadas, mordidelas, empurrões, lutam, gritam, e têm direito a umas horas de ar livre por dia.

Untitled-1

Não, não estou a falar da população prisional, estou a falar de crianças no infantário. Também fazem outras coisas como dormir, comer e desenhos que a Ana não me deixa deitar fora.

Um dos aspectos mais interessantes da escola é reparar nas dinâmicas entre os miúdos. Pequenos projectos de humanidade que – e mesmo que o NY Times diga que não -, é fácil perceber como vão ser quando crescerem.

Já os topei a todos, em apenas ano e meio, e duas escolas, são sempre os mesmos personagens.

#1 – O Simpático

toddler-waving-at-gate-lg

Não nos conhece, mas vem sempre ter connosco para nos dizer olá. Parece ser só simpatia, mas para mim este miúdo já sabe que o sucesso se alicerça na capacidade de fazer amigos e influenciar pessoas. Eu demorei 30 anos a perceber.

Vai crescer e ser: ou um Político ou um daquelas pessoas que tem cartões a dizer “New Business”.

#2 – O Flausino

flausino

Há sempre um miúdo, ou miúda, que anda pela sala a distribuir beijos e abraços. Parece querido, mas sempre que o meu filho fica doente eu sei que foi este lambisgóio que andou a espalhar os germes pela sala toda.

Vai crescer e ser: aquelas pessoas que nos tocam e falam perto de nós.

#3 – O Bruto

bruto

Talvez ainda seja novo demais para ser considerado um bully, mas não é novo demais para só fazer estragos quando sabe que os adultos não estão a ver.

Vai crescer e ser: jogador do FC Porto

#5 – O Imparável

anigif_enhanced-19069-1410385425-20

É normal que as crianças façam barulho e sejam irrequietas, mas há sempre um que não pára quieto e que toda a gente acha que é culpa dos pais (e que tem sempre alguma auxiliar ou educadora a correr atrás dele).

Vai crescer e ser: aquelas pessoas dinâmicas que dão aulas em ginásios e gritam muito.

#6 – O Esquisito

Kid-Wiping-Face-on-Glass-Door

Um miúdo mais solitário que se entretém com tarefas peculiares, como ordenar os livros por tamanho de lombada, falar com bonecos ou comer terra dos canteiros.

Vai crescer e ser: Milionário fundador de uma empresa inovadora.

#7 – O Chorão

chorao

No início do ano todos choram, a meio do ano só este é que chora, e no final do ano já ninguém o pode ouvir.

Vai crescer e ser: aqueles tipos que trabalham connosco, ganham o mesmo que nós, fazem o mesmo que nós, aturam os mesmos estúpidos que nós, mas que passam os dias a lamuriar-se.

#8 – O Sobre-desenvolvido irritante

sobredesenvolvido

Este já corre, salta e exibe capacidades surpreendentes de motricidade fina enquanto os outros não conseguem dar três passos sem tropeçar. Não só já faz cocó sozinho na retrete, como também vai à rua comprar fraldas para o irmão mais novo (e sabe sempre as que estão em saldo).

Vai crescer e ser: uma pessoa que tira um MBA no estrangeiro pago pelos pais e que depois diz que os pobres são miseráveis por opção própria.

Mais listas, pensamentos avulsos sobre a paternidade e outras parvoíces? Segue-nos no Facebook!

E agora? Podem ir à página dos melhores posts (escolhidos por mim), subscrever o blogue por e-mail (se forem esse tipo de pessoa), ou fazer 'gosto' na página do Facebook e ter acesso a mais paisanices:

13 Comments on Os 8 tipos de miúdos que há nas creches

  1. “uma pessoa que tira um MBA no estrangeiro pago pelos pais e que depois diz que os pobres são miseráveis por opção própria.”

    😀

  2. ahah, está muito bom. E estou com os outros leitores, o meu não é nenhum desses. Ou é um conjunto dos melhores aspectos de todos (quando aplicável), de maneiras que é perfeito (é o mais bonito, o mais sorridente, o mais brincalhão, o mais esperto) 😀

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*